Foto: Divulgação
   
 
 

Foi a partir de 2008 que os empresários resolveram mudar o foco e passaram a produzir cervejas especiais. Atualmente, produzem oito tipos de cervejas (X Wäls, Bohemia Pílsen, Dubbel, Trippel, Quadruppel, Wäls Brut, Wäls Petroleum, Wäls Witte - mais informações sobre degustação clique no link Degusta-me!) e outras sazonais que são produzidas de acordo com a demanda da época.

A Cervejaria Wäls se destaca pela produção de cervejas artesanais, diferenciando-se das produções em larga escala. É especializada em produção de cervejas de origens Belgas e Checas, sendo a única do Brasil com conceito belga de produção.. A filosofia da empresa é produzir cervejas com especiarias aromáticas, aromas mais frutados, paladar mais picante, rebuscado, texturas e cores diferenciadas.

“O que produzimos é obra de arte”, costuma dizer José Felipe Carneiro.

Hoje a cervejaria produz em média 25 mil garrafas de cervejas especiais por mês.

Em 2011, a fábrica produziu de 1 mil garrafas de cervejas feitas pelo tradicional método champenoise.A expectativa é elevar a produção para 5 mil garrafas pelo tradicional método champenoise, até o final de 2012.


A maior parte da produção da cervejaria é distribuída nas regiões Sul e Sudeste, além do Distrito Federal. Os produtos podem ser encontrados em supermercados Premium e bares especializados.

 
Os irmãos José Felipe Carneiro e Tiago Carneiro na Adega da Cervejaria Wäls
   

A Cervejaria Wäls

A Cervejaria Wäls foi fundada em 1999 pelo empresário Miguel Carneiro, pai dos atuais sócios José Felipe e Tiago Carneiro. Inicialmente, a cervejaria produzia chopp convencional para atender a demanda de uma rede de fast food. Em 2000, Tiago Carneiro ingressou na sociedade e, em 2005, foi a vez de José Felipe se juntar à empresa.

       
Cervejaria Wäls é eleita a melhor da América do Sul
Foto: Divulgação
 
 

Belo Horizonte, Março de 2012 - A Cervejaria Wäls, de Belo Horizonte, foi eleita a Melhor Cervejaria do Ano de 2012 da América do Sul no The Great South Beer Cup durante o 4º festival da cerveja, em Blumenau, Santa Catarina. A cervejaria faturou três medalhas de ouro nos Estilos Pílsen (WälsBohemia Pílsen), Imperial Stout (Wäls Petroleum) e Especial (Wäls Brut).


Conhecida como a “Libertadores da América” da cerveja, a competição The Great South Beer Cup contou com centenas de cervejas competindo entre si. Participaram da disputa, as mais conhecidas cervejarias do Brasil, Argentina, Chile e Uruguai.


De acordo com José Felipe Carneiro, um dos sócios da Wäls, esse reconhecimento só aumenta a responsabilidade da empresa no mercado cervejeiro. “Estamos muito felizes, pois é a primeira vez que participamos da competição e já fomos reconhecidos como a melhor cervejaria. É um orgulho, pois só nos motiva a trabalharmos com mais garra, seriedade e competitividade”, diz.


As cervejas foram avaliadas em teste“cego” com um júri formado por 23 experts no assunto, entre sommeliers, produtores e membros do Beer Judge Certification Program (BJCP) - Programa para Formação e Certificação de Juízes de Concursos Cervejeiros - do Brasil, Estados Unidos, Chile e Argentina.

 
Os irmãos José Felipe e Tiago durante a premiação em Blumenau, Santa Catarina

 

 

 

 

 

 

Cervejania.Com agradece a Assessoria de Imprensa da Wäls: Able Comunicação pelas matérias e fotos cedidas.

Site da Cervejaria Wäls: www.wals.com.br

Site da Able Comunicação: www.ablecomunicacao.com.br

 

O cervejeiro da The Brooklyn Brewery vem a Belo Horizonte dia 10 de novembro para desenvolver uma cerveja exclusiva com a Wäls


Matéria e imagem cedida por: Able Comunicação

Foto: Divulgação

O Cervejeiro Garret Oliver


A premiada Cervejaria Wäls, eleita a Melhor Cervejaria do Ano de 2012 da América do Sul no The Great South Beer Cup durante o 4º festival da cerveja, em Blumenau, Santa Catarina, se une a uma das maiores autoridades do mundo em cerveja, Garret Oliver, para a produção de uma cerveja exclusiva. Os irmãos José Felipe Carneiro e Tiago Carneiro, sócios da Wäls, apostam nesta parceria como forma de firmar ainda mais a Wäls como uma empresa inovadora quando o assunto é produção de cerveja.

Garret Oliver vem ao Brasil a convite da importadora BeerManiacs, distribuidora da Brooklyn, e estará na capital mineira no dia 10 de novembro quando produzirá a cerveja na cervejaria Wäls, localizada no Bairro São Francisco. O conceito é fazer uma cerveja que transmita a ligação do povo brasileiro com a cana de açúcar, que normalmente é associada apenas para a produção da cachaça, através da fermentação do caldo. “O que nós queremos é mostrar que o Brasil é capaz de produzir cerveja de alta qualidade e renome internacional, usando também ingredientes nacionais. Isso demonstra que o rápido amadurecimento de algumas cervejarias brasileiras já é reconhecido por especialistas internacionais, colocando os nossos produtos no mesmo nível das mais antigas e melhores cervejas do mundo.”, revela Tiago Carneiro.

A receita que será produzida é uma cerveja do estilo Saison, típico do interior da Bélgica, com aromas frutados, leve acidez, alta carbonatação e teor alcoólico entre 6% e 8%. A novidade é que para a produção serão utilizados, além dos maltes especiais, lúpulos nobres e levedura tipicamente Belga, um ingrediente brasileiro muito típico do interior de Minas Gerais, o caldo de cana de açúcar. Serão utilizados aproximadamente 700 kg de cana de açúcar.

A ideia de inovar o mercado cervejeiro com arte, requinte, glamour e personalidade já se tornou uma marca registrada dos irmãos Tiago e José Felipe, que recentemente lançaram uma cerveja em parceria com os funcionários da Google e, atualmente estão à frente da administração do famoso pub Stadt Jever e da choperia gourmet recém-inaugurada, Empório Serafina, no Bairro de Lourdes.

Quem é Garret Oliver

Garrett Oliver é uma das maiores autoridades do mundo em cerveja, mestre cervejeiro da The Brooklyn Brewery, editor-chefe do The Oxford Companion to Beer, autor do The Brewmaster’s Table. Garrett começou a fazer cerveja profissionalmente na Manhattan Brewing Company em 1989 como aprendiz, e foi indicado mestre cervejeiro de lá em 1993. Logo ficou conhecido nacional e internacionalmente por suas interpretações saborosas de estilos tradicionais de cervejas, assim como um palestrante e escritor ávido e divertido.

Ele já promoveu mais de 800 degustações de cerveja, jantares e demonstrações culinárias em 14 países. Escreve regularmente para periódicos de gastronomia, de cerveja e é reconhecido internacionalmente como um expert em estilos tradicionais de cervejas e suas afinidades com a boa comida. No final de 1994, Garret entrou para a The Brooklyn Brewery como mestre cervejeiro. Muitas de suas cervejas ganharam prêmios nacionais e internacionais.