Cervejas e Carros! Duas paixões que levaram os irmãos Marcos e Roberto Camargo a criarem a Cerveja da Oficina. Uma história de luta e exemplo para todos os que querem iniciar o seu ramo em cevas caseiras.

Conheci a Cerveja da Oficina através de um site de cervejas. Li a história do Marcos e achei interessante compartilhar com vocês meus amigos cervejeiros. Motivado por seu irmão Roberto, Marcos começou a se interessar por cervejas artesanais e degustações. Movido por uma certa frustração decorrente de uma artrose nos ombros, o que o impossibilitou de continuar levantando peso por quase 30 anos, resolveu adquirir um kit para fazer cevas caseiras.

Junto com sua esposa Alessandra, e os irmãos Roberto e Armando fizeram a primeira leva. Segundo seu testemunho, ele quase ia desistir,por alguns pontos que deram errado, mas motivado por sua esposa ele continuou o processo. Já produziu as seguintes levas: Pilsen, Trapista, IPA, Premium Ale, Stout, Red Ale e Trigo além também de fazer o delicioso pão caseiro com as sobras do malte. Esta história aconteceu em Fevereio de 2011. Um ano depois, Cervejania.Com visita Marcos Camargo e sua cervejaria.

 
 
 
Uma parte do laboratório

Nossa conversa foi longa, de cevas a carro, rock n'roll, cevas importadas, cevas nacionais, tecnologia cervejeira, tecnologia de autos, livros e mais livros sobre os assuntos e claro a nossa degustação que foi totalmente sofisticada com queijos de primeira linha! (acompanhe no link Degusta-me!).

Conheci também o Roberto que tem como paixão os motores de auto. A filosofia de trabalho deles é muito criativa, comparando as cevas com motores de carros, como por exemplo a Pilsen tem como comparação um motor 318 de um Chrysler e uma English Bitter Ale, já mais forte e encorpada na sua fórmula, tem como comparação um motor 350 Chevrolet V8.

Atualmente Roberto está restaurando uma F100 (veja as fotos abaixo).

Os irmãos Roberto e Marcos Camargo
Além das duas paixões descritas, Marcos e Roberto adoram livros. Sempre estão se informando sobre carros e cevas. Seus autores são consagrados como Michael J. Lewis, Terry Foster, John J. Palmer entre outros. São autodidatas no assunto de cervejas e humildes nas trocas de experiências. Participam de eventos cervejeiros como por exemplo o Beer Experience

O que era para ser uma entrevista, acabou sendo uma conversa bem legal e descontraída e com muitas Pilsen 318!

Hoje eles evoluiram muito na técnica e na produção de cevas caseiras! No blog Cerveja da Oficina eles descrevem o quanto evoluiram de um kit básico de 20 L a uma evolução automatizada, como por exemplo uma máquina de 30 litros automática que controla a rampa sem o risco de queimar o mosto. Mas não abandonaram as antigas panelas.

Marcos e Roberto! Sucesso nos projetos e muitas cevas! Salute!

Contatos com Cerveja da Oficina pelo Facebook e Blog Cerveja da Oficina

 
 
 
Livros sobre cevas e carros inspiração para montar a Cerveja da Oficina
 
 
 

No ano passado a Cerveja da Oficina passou por uma reforma que rendeu uma melhor acomodação dos equipamentos e das produções.

A evolução da produção: a panela de brassagem manual, foto acima, onde tudo começou. Esta tem capacidade para 20 L. A nova panela de brassagem com capacidade para 30 L ( abaixo, a esquerda) controla a rampa sem o risco de queimar o mosto.

BLOG DA CERVEJA DA OFICINA

Um blog recomendado a todos os cervejeiros iniciantes, assim como eu, e também aos avançados. O assunto certamente é cerveja, mas uma outra paixão são os carros! Para os cervejeiros que também gostam de carros, vão delirar ao ver tantas informações como motores de 318 v8, 340 v8, 360 v8 entre outros!

Esta matéria foi feita em um sábado de Carnaval, ao som de um bom rock e claro, acompanhado por excelentes cevas vindas diretamente da Cerveja da Oficina!

Panela de brassagem de 20 L
 
 
 
A F100 da Cerveja da Oficina
foto: Roberto Camargo
 
Motor da F100
foto: Roberto Camargo